EnglishPortugueseSpanish

Smart Walk – Dispositivo de auxílio na locomoção de crianças com paralisia cerebral

Resumo do projeto

Tendo em vista o grande índice de pessoas com paralisia cerebral (PC), 17 milhões (Associação Brasileira de Paralisia Cerebral, 2018), essa pesquisa busca refletir acerca das suas dificuldades no cotidiano e trazer uma melhoria na qualidade de vida e independência. Um dos principais problemas enfrentados pelas pessoas com paralisia cerebral é a locomoção devido às desordens do desenvolvimento motor, levando a anomalias no movimento e postura, necessitando constantemente de auxílio de seu responsável (ZANINI et al, 2009). A paralisia cerebral se trata de uma condição e, segundo o Ministério da Saúde do Brasil (2013), seu tratamento para amenizar os danos deve ser constante ao longo de toda a vida do paciente e iniciado o mais breve possível, ou seja, logo após o diagnóstico médico. O tratamento para corrigir a caminhada deve buscar aproximar a marcha PC da marcha humana, ou seja, os movimentos realizados por pessoas que podem se locomover sem maiores problemas. Vale ressaltar que os aparelhos eficazes e recomendados para este processo são os estimuladores elétricos funcionais, porém estes possuem um preço elevado e são pouco acessíveis, com valores acima de 20 mil reais. Desta forma, o objetivo deste trabalho é desenvolver um dispositivo que auxilie na locomoção de crianças com paralisia cerebral, permitindo não só autonomia, mas também melhoria a longo prazo e custo reduzido. Para isso, foi desenvolvido um protótipo que analisa o momento exato da marcha humana, através de um sensor, e corrige a posição do pé, através da eletroestimulação, possibilitando uma caminhada mais próxima do ideal. Nessa perspectiva, o sensor selecionado para analisar o ângulo do pé foi o MPU6050, uma vez que fornece os valores correspondentes aos pinos de entrada do microcontrolador Arduino que, por sua vez, através da programação, interpreta os valores e aciona a saída. Nesta saída é conectado um circuito de eletroestimulação, cujo foi desenvolvido pelos autores, incumbido de gerar pulsos elétricos por meio de eletrodos autoadesivos posicionados no músculo da perna responsável por levantar o pé. Para que os pulsos elétricos sejam aplicados à pele do indivíduo, se faz necessário o ajuste de parâmetros como corrente, largura de pulso e frequência, que são intrínsecos a cada pessoa. Caso algum destes seja configurado de maneira errada pode vir a causar danos físicos e desgastes ósseos e musculares, por isso é essencial o acompanhamento de um fisioterapeuta antes do paciente fazer uso do dispositivo. Os resultados parciais demonstram que a hipótese é válida e o protótipo se mostra funcional. Dessa forma, o dispositivo Smart Walk, a partir de seu bom desempenho, ainda parcial e baixo custo pode ser um recurso para as crianças com paralisia cerebral que, necessitam de auxílio para sua locomoção, ganhando assim, um tratamento eficaz e acessível. Palavras-chave: Paralisia cerebral; acessibilidade; sensor de acelerômetro; eletroestimulação.

Alunos

Davi Schneider
Vítor Daniel Duarte

Orientadores

Luiz Fernando Guilhão Galbarino
Fernanda de Fátima de Lima

Instituição

Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha
Novo Hamburgo /
  RS –
  Brasil

Votação popular*

Gostou? Então vote e compartilhe agora:

37+

Deixe seu comentário

O que você achou deste projeto? Participe deixando seu comentário a seguir:

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luiz Galbarino
Luiz Galbarino
4 meses atrás

Parabéns pela pesquisa voltada à saúde do ser humano! Destaque para o desenvolvimento de testes e simulações em tempos de isolamento social! Sucesso na feira!

3+
Nikolas Klein
Nikolas Klein
4 meses atrás

Que baita projeto! O melhor que assisti até agora! Parabéns mesmo, é muito legal ver gente nova como vocês criando facilidades pro dia-a-dia de quem tem alguma necessidade especial!

3+
Davi Schneider
Davi Schneider
4 meses atrás
Reply to  Nikolas Klein

Obrigado Nikolas, ficamos lisonjeados com este comentário. Forte abraço!

1+
Gabriela Recktenwald
Gabriela Recktenwald
4 meses atrás

Parabéns pelo belíssimo projeto meninos! Feliz demais pela oportunidade de ter acompanhado toda a evolução do projeto de perto com vocês! Muito sucesso, vocês merecem o mundo!

3+
Luana
Luana
4 meses atrás

Parabéns Davi e Vitor!!! Gostamos muito do seu trabalho, somos uma empresa e queremos lhe incentivar em relação ao futuro.
Nos chame no whatsapp 982951815
E boa sorte no seu projeto ❤

3+
Pablo
Pablo
4 meses atrás

Muito interessante. Ótimo projeto. Só queria tirar uma dúvida: essa condição que a criança possui, tem cura?
Vocês dois são jovens cientistas que criam ideias para ajudar crianças com dificuldades. Orgulho dos dois! E mais uma coisa, quanto tempo levaram para fazer, e qual a parte mais difícil do projeto? Forte abraço!!

2+
Davi Schneider
Davi Schneider
4 meses atrás
Reply to  Pablo

Obrigado pela pergunta, Pablo!
Por se tratar de uma condição e não de uma doença, não há cura efetiva. Porém, a eletroestimulação já é utilizada hoje em dia como forma de tratamento para amenizar os danos desta condição. Por isso, é recomendado o início o quanto antes deste tratamento.

0
Leonel
Leonel
4 meses atrás

Parabéns pelo projeto, muito bom!

3+
Renan Milech Pereira
Renan Milech Pereira
4 meses atrás

Excelente projeto, continuem assim !!!

3+
Igor
Igor
4 meses atrás

Parabéns pelo projeto! Ideia super inovadora que pode auxiliar muito o público alvo que tanto necessita. Melhor que vi até agora.

3+
Maria Isabel dos Reis
Maria Isabel dos Reis
4 meses atrás

Parabéns, meninos muito bom esse trabalho, sendo mãe se um menino com paralisia cerebral, tive muita dificuldade de encontrar produtos que desenvolvessem e esrimulassem os movimentos inferiores.

4+

Votação popular*

Gostou? Então vote e compartilhe agora:

37+

Alunos

Davi Schneider
Vítor Daniel Duarte

Orientadores

Luiz Fernando Guilhão Galbarino
Fernanda de Fátima de Lima

Instituição

Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha
Novo Hamburgo /
  RS –
  Brasil

Prêmios e Incentivos Educacionais Oferecidos

Conheça outros projetos

Confira a apresentação de outros projetos científicos que também estão concorrendo:

Escola de Aplicação Feevale
Novo Hamburgo /
RS –
Brasil
Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha
Novo Hamburgo /
RS –
Brasil
11
0
Clique para deixar seu comentário e participar!x
()
x

Premiação Júri Popular

Para a premiação do Júri Popular, só serão considerados válidos os votos únicos (um por usuário) e que forem realizados entre 0:00 de 09/12 às 23:59 de 10/12.